Aprenda a monitorar o seu site com o Google Analytics

09/05/2019

Entenda mais sobre o Google Analytics, quais informações e serviços, de forma otimizada e prática, ele oferece para você acompanhar as métricas de tráfego do seu site.

Nessa matéria você encontrará conteúdos como:

  • Descubra o que é Google Analytics;
  • Quais informações a ferramenta de métricas me oferece?;
  • 5 motivos para monitorar seu site pelo Google Analytics;

 

Se você é um produtor de conteúdo, já deve ter ouvido sobre a plataforma Google Analytics, não? A ferramenta citada acima é fundamental para publishers que querem aumentar o tráfego e evoluir em diferentes critérios com o seu site.

Continue lendo o artigo e aprenda informações importantes como utilizar e entender os dados fornecidos pela ferramenta de métricas do Google.

 

Descubra o que é Google Analytics

O Analytics é uma software do Google que oferece, para quem possui cadastro na plataforma, dados e métricas sobre o tráfego do seu site, blog ou aplicativo, onde você pode acompanhar.

A ferramenta é gratuita e pode ser usada por qualquer pessoa, basta possuir uma conta no Google. Cadastrar-se na plataforma é fácil, ela mesma ensina passo a passo para do cadastro em sua página inicial, segue a imagem:

 

Após cadastrar-se, a plataforma irá gerar um código que deve ser adicionado aos sites que você deseja analisar. Lembrando que cada domínio possui um ID diferente.

 

Quais informações a ferramenta de métricas me oferece?

Depois de entender um pouco sobre o que é e para que serve a plataforma, vamos as principais métricas que ela dispõe para você acompanhar:

 

Ao clicar no tópico público e em seguida, visão geral, você poderá acompanhar os seguintes dados:

  • Usuários e novos usuários: Esses números são equivalentes às pessoas únicas que acessaram o seu site pelo menos uma vez, no período de tempo selecionado. Os novos usuários possuem quase a mesma definição, porém essa métrica é contada apenas para visitantes que conferiram o seu conteúdo pela primeira vez.
  • Sessões: Significa basicamente um conjunto de interações no seu site, no período de tempo selecionado. Uma sessão pode conter várias exibições de páginas e alguém pode realizar mais de uma sessão. Porém, uma sessão tem o tempo limite de 30 minutos, ou seja, se um usuário após esse período de tempo não realizar nenhuma ação, a mesma será encerrada.
  • Taxa de rejeição: Esse tópico significa a porcentagem de sessões de páginas únicas que foram acessadas e não tiveram nenhum tipo de interação, ou seja, é contado como taxa de rejeição os usuários que abrem uma única página em seu site e logo em seguida saem, sem a interação com nenhum outro conteúdo.

Segundo o próprio Analytics: “Uma sessão rejeitada tem duração de 0 segundos.”

Esse tópico é essencial ser analisado com calma para poder entender se o seu público está ou não gostando do conteúdo.

  • Informações demográficas: Um pouco abaixo dos tópicos anteriores, você encontra os dados demográficos dos usuários que entraram em seu site. Nesse item você pode identificar o idiota, o país e a cidade que foram acessados pelo público.
  • Sistema: Neste item você verá métricas específicas sobre os sistemas dos usuários que acessaram o blog, como o Navegador (Chrome, Safari, Explorer..), o sistema operacional ( IOS, Android, Windows, Linux..) e o provedor de serviços.
  • Celular: Por fim, nessa parte você entenderá as informações sobre acessos apenas através de smartphones, como o sistema operacional, provedor de serviços e até a resolução de tela.

Ao clicar no tópico aquisição > todo o tráfego > origem/mídia você terá as seguintes informações:

  • Origem do tráfego: Essa métrica mostra de onde os usuários vieram antes de acessar seu site, ou seja, que fonte eles usaram para “descobrir” o seu conteúdo. A origem varia entre os seguintes itens:
  • Tráfego orgânico (abriu o link no buscador sem adicionais de pagamento);
  • Direct/ None (Usuários que acessaram seu site digitando a URL);
  • Facebook/ Referral (Leitores que entraram no seu domínio através do Facebook)
  • Instagram/ Referral (Origem do tráfego na rede social Instagram);
  • Entre outros.

Ao selecionar o tópico comportamento > visão geral veja os seguintes dados:

  • Conteúdo do site: Neste item você pode ver a quantidade e a porcentagem de usuários que acessaram cada página. Assim você é possível acompanhar quais conteúdos postados foram melhor aceitos pelo público.

 

Aprenda algumas dicas essenciais para melhorar os posts de suas páginas, em outro artigo nosso – Invista em conteúdo de qualidade para o seu site

Esses são os principais dados para você acompanhar o desenvolvimento do seu site, porém não são só essas métricas que a plataforma oferece, confira mais em analytics.google.com

 

5 motivos para monitorar seu site pelo Google Analytics

 

Como vimos no tópico acima, o Analytics mensura o desempenho de diferentes segmentos e canais baseando-se em seu site. E o melhor é que todas essas métricas estão prontas para a fácil compreensão dos usuários. Confira as vantagens que essa ferramenta oferece:

 

  • Compreensão do público-alvo: Com o detalhamento sobre quais páginas os usuários do seu site acessaram, quais métodos eles utilizaram para chegar até lá, entre outras, você pode reconhecer quais matérias são mais interessantes para o seu público e quais redes sociais eles mais acessam.

Com essas informações você consegue criar uma estratégia de marketing ideal, que consiga atingir o target d0 seu blog.

 

  • Controle: Sabendo quais estratégias obtiveram os melhores resultados e também as que não atingiram tanto sucesso, é possível investir em campanhas mais assertivas. Através disso, você consegue acompanhar a velocidade em que seu site está crescendo ou identificar o porque as visitas a ele estão diminuindo.
  • Sazonalidade: Através de todos os dados identificados, é possível perceber em quais períodos o site possui um pico de visualizações e de compras e em quais semanas esses números diminuem, ajudando a aprimorar o investimento em campanhas, de acordo com o época do ano.
  • Melhora no conteúdo: Com a análise dos relatórios do website e com a percepção de quais conteúdos atingiram melhores desempenhos, é mais fácil moldar e potencializar suas páginas, posts e até a linguagem utilizada (mais formal/ menos informal).
  • Satisfação dos usuários: Depois de analisar as métricas, o desempenho de cada tópico e aprimorar o seu website, é possível inovar desde o layout até as informações que estão nele, e com isso, agradar e satisfazer cada vez mais o público. Transformando assim, os leads em consumidores fiéis.

 

Quer aprender mais sobre o universo digital? Acompanhe o nosso blog e fique por dentro de todas as dicas.

Conheça também as nossas redes sociais  Facebook, Twitter, Instagram e Linkedin. Compartilhe nossos posts para que seus amigos possam ficar por dentro.

 

 

 

Compartilhe: