Entenda a importância do código ads.txt para o seus negócios

03/01/2019

Torne a publicidade de seu site mais segura aprendendo de uma forma simples o significado de cada sigla do ads.txt.

 

Junto com o grande crescimento do número de anúncios na internet, vem o aumento das fraudes online, que desviam bilhões de investimentos de campanhas publicitárias através da revenda de inventários não autorizados.

Com intuito de acabar com essas farsas foi criado o arquivo ads.txt, que traz transparência a indústria de mídia programática e oferece um outro tipo de proteção aos publishers sobre os conteúdos de seus sites.

 

O que é

 

O ads.txt é um arquivo de texto simples, criado em 2017 pelo IAB TechLab, que contém códigos com  protocolos de parceiros autorizados pelo publisher a vender seu inventário.

Dessa forma, os anunciantes possuem uma visão mais transparente e conseguem ter convicção sobre em quais espaços publicitários estão seus anúncios, sobre a revenda e certificar-se de que nenhuma de suas campanhas está sendo pagas por impressões falsas.

 

Segundo uma declaração no site da IAB Tech Lab, o ads.txt traz vantagens para os dois lados, anunciantes e publishers:

“O inventário falsificado é apresentado de várias formas, mas normalmente resulta em gastos com mídia real que não atingem editores legítimos e merecedores. Ads.txt ajuda os editores a recuperar o controle de suas mídias, marca e tabela de preços. Isso significa que mais do gasto de um anunciante pode chegar ao proprietário do domínio por meio dos canais de vendas aprovados e não ser desperdiçado com o inventário falsificado.”

 

“Ao usar plataformas de compra que suportam ads.txt, os anunciantes podem ter mais confiança de que o orçamento de mídia de trabalho será direcionado para mídia responsável e não para o inventário falsificado.

A compra programática tem se concentrado historicamente em URLs e domínios, com base na suposição de que eles representam um inventário autêntico. Isso deixou a porta aberta para vários tipos de atividades inválidas e fraudulentas, como criar e vender inventário falsificado. O Ads.txt ajuda a resolver esse problema, oferecendo aos compradores a opção de comprar apenas de vendedores digitais autorizados de um domínio participante.”

 

Como criar ads.txt

 

Com a demonstração abaixo, você vai perceber que criar esse arquivo de texto é simples, não leva tempo e pode ser adicionado ao domínio por qualquer publisher, independente de qual for o seu nível de conhecimento de sobre códigos e programação.

 

Vamos supor que a URL do domínio seja porexemplo.com.br e o publisher queira adicionar o código informando a autorização para vender seu inventário.

 

1ª etapa: O arquivo com os códigos ads.txt deve ser inserido na raiz do seu domínio.

 

2ª etapa: Ao hospedar o arquivo criado, ele ficará disponível para todos e podem ser rastreados por compradores, vendedores e poderá ser visto em porexeplo.com.br/ads.txt.

 

3ª etapa: A cada parceiro autorizado inclua uma linha diferente para inserir os arquivos.

 

4ª etapa: Cada linha do arquivo deve ser composta pelas três e/ou quatro seguintes informações, lembrando que cada campo deve ser separado por vírgula:

 

  • a. O primeiro dado obrigatório deve sempre conter a URL do domínio do sistema de publicidade ou seja google.com

 

  • b. O segundo campo precisa conter o ID da conta do editor que é a identificação do Ad Exchange associada ao vendedor/revendedor, após a segunda etapa o código ficará mais ou menos assim, google.com, pub-0000000000000000.

 

  • c. A terceira informação necessária é indicar o tipo de conta/ relacionamento que o editor possui ou seja direta ou indireta.

 

Use DIRECT para informar se é o próprio publisher que controla a conta do Ad Exchange que foi inserida no segundo campo. Caso o editor possua parceiros utilize RESELLER para identificar que os dados anteriores pertencem a outro usuário, segue o exemplo:

google.com, pub-0000000000000000, DIRECT

google.com, pub-0000000000000000, RESELLER

 

  • d. O último campo é opcional e contém um código informando que o editor autorizou o usuário do segundo campo a revender os espaços publicitários de seu site em google.com, no final seu arquivo estará com a seguinte ordem:

      google.com, pub-0000000000000000, RESELLER, f08c47fec0942fa0

É claro que as informações e números serão colocados de acordo com os dados de cada usuário.

 

Informar os vendedores autorizados através do arquivo ads.txt é uma forma de você receber mais investimentos em suas publicidades, que anteriormente poderiam ter sido encaminhado para falsos inventários. Gostou da dica? Conheça outras dicas sobre o universo programático em nosso blog

Nos acompanhe pelas redes sociais, Facebook, Twitter, InstagramLinkedin. Compartilhe nossos posts para que seus colegas também possam ficar por dentro!

 

Compartilhe: